Sunday, June 9, 2013

Inspiration: Stoker (2013)



From its disturbingly eerie atmosphere to the ongoing sick sexual tension, this film is hauntingly beautiful and beautifully haunting - one of the most brilliant kick ass flick I've ever seen. A visually ravishing coming-of-age tale. Acclaimed Korean director Park Chan-Wook's visual brilliance is astounding, the editing looks poetic and the soundtrack is pleasantly hypnotic. Stoker is such a twisted, fascinating cinematic experience, it's still stuck in my head. The cinematography is to die for (literally), along with Clint Mansell's haunting score.
This film glimpses into family secrets and bizarre affairs. There are some uncomfortable yet remarkable scenes that embrace the violent streak flawlessly. This masterpiece is a psychological thriller at its best - mysterious and intense. In fact, some of the ultra-unsettling moments are beyond thrilling, even though I found the plot somewhat predictable. Unconventional beauty and unorthodox impulses, all the way!
Mia Wasikowska's acting was memorable and convincing, she did a good job at playing one of the quirkiest fucked up girls I've ever seen on screen, oozing melancholy and a morbid, sinister aura. I really appreciated her incestuous interaction with the enigmatic Uncle Charlie , it really depicted a strange portrayal of bonding. It feels like their violent tendencies bring along India's sexual awakening. The film explores her loss of innocence in a rather provocative way. 
The costumes enrich the story and shape the protagonist's character. India Stoker turned out to be the ultimate style icon. From the moment she walks onto the screen in her silken blouses, preppy saddle shoes, pastel classic cardigans and austere collars, I knew I'd kill for her exquisite and inspiring wardrobe. Her clothes really capture her essence, displaying vintage/retro cuts, neatly buttoned up dresses symbolizing her obsessive nature and evoking emotional captivity. India's look, however, camouflaged her instincts perfectly. And her transition from saddle shoes to high heels symbolises her journey from schoolgirl to adult woman. The saddle shoes galore as Stoker's signature hallmark reminded me a bit of Audrey Horne in Twin Peaks.
Chan Wook's direction and stylization are truly visionary: the angles, the colours, romanticizing psychopaths and sociopaths, the details.
The piano scene and the shower scene are still stuck in my mind - disturbingly delightful or delightfully disturbing?


A começar pela atmosfera inquietante até à tensão sexual doentia em cena, este filme é assombrosamente fascinante e um fascínio de assombro - um dos mais brilhantes que já visionei. Um conto de inocência abandonada e perdida, resultando num fenómeno visualmente magnético. O aclamado realizador coreano Pak Chan-Wook atinge o brilhantismo estético, para nem falar da edição de imagem, poética, e de uma banda sonora agradavelmente hipnótica. Stoker é uma experiência cinematográfica retorcida e complexa, tanto que ainda não me saiu da cabeça. A fotografia é de morrer (literalmente), juntamente com a melódica trilha sonora proporcionada por Clint Mansell.
Este filme foca de perto segredos de família e affairs bizarros, Algumas das cenas chegam a causar desconforto que captam na perfeição o remoinho de violência que invade os personagens. Uma obra-prima em forma de thriller psicológico ao seu melhor: mistério e intensidade em dose mais que suficiente. Alguns dos momentos mais perturbadores inquietam-nos para além do limite, embora eu tenha achado a trama ligeiramente previsível. Mia Wasikowska não desiludiu, num registo memorável e convincente, arrasando no seu papel de uma das raparigas mais maradas que eu já vi em ficção, transpirando melancolia e uma aura mórbida e sinistra. Gostei muito da sua interacção incestuosa com o enigmático Tio Charlie, retratando um estranho modo de criar vínculos. Dá para sentir que as tendências violentas trazem à superfície um despertar de sentidos e de intimidade. O filme explora essa inocência corrompida de uma maneira bastante provocadora.
Os figurinos enriqueceram a história e moldaram o carácter da protagonista. India Stoker é, sem dúvia, o meu mais recente ícone de estilo. Desde que a vi entrar em cena com as camisas em seda, sapatos preppy, cardigans clássicos em tons pastel e colarinhos austeros, só me apeteceu enfiar-me naqueles têxteis todos! Inspirador. É que o seu estilo capta a sua essência na perfeição, com o corte retro/vintage sempre apresentável e vestidinho abotoado impecavelmente, simbolizando a sua natureza obsessiva e evocando o seu cativeiro emocional. Um look que camufla os instintos de India como convém. E a trasição dos saddle shoes para os saltos altos deixa transparecer o amadurecimento inevitável, de colegial a adulta. Curiosamente, os saddle shoes como sendo imagem de marca deste filme, fizeram-me lembrar a Audrey Horne da série Twin peaks.
A direcção a cargo do Chan-Wook é portanto maravilhosamente rica e estilizada, até visionária: os ângulos, as cores, a romanticização de psicopatas e sociopatas, os detalhes.
A cena do piano e a cena do chuveiro não me saem tão cedo da memória - deliciosamente perturbador.

23 comments:

  1. Mas como é que nem ouvi falar neste filme? Passou cá nos cinemas?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não sei se passou nos cinemas nacionais, aliás, nem sei se já cá estreou. Mal o vi no IMDB, saquei-o logo, de tão histérica que fiquei com o trailer... Aliás, levei a penar até dar para fazer o download, em ânsias! Só o vi ontem - finalmente!

      Delete
  2. Love this film so much, a visual delight!

    ReplyDelete
  3. eh pah, só pelas imagens já quero ver o filme, depois de ler então...tenho de o ver o mais rapido possivel!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não é um filme para toda a gente, é certo, mas este realizador é genial, vale sempre a pena dar uma oportunidade. Belíssimo filme, ainda não me saiu da cabeça nem sairá tão cedo.

      Delete
  4. amazing photos :)


    …。…。…。…。…。…。…。 …。…。…。…。…。

    /
    christian | my blog : www.christianyuen.blogspot.com

    ReplyDelete
  5. Realmente és perita a fazer reviews de filmes...Muito bem escrito!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada! :) Viste o trailer? Acrescentei-o ao post hoje.

      Delete
  6. Adorei a crítica. Não conhecia o filme mas fiquei com muita curiosidade para o ver. As fotografias são fantásticas!

    ***

    ReplyDelete
  7. This looks like an amazing movie! The trailer is so scary and psychological! You describe it perfectly! 'hauntingly beautiful and beautifully haunting'. Love the see it!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Please, do watch it! It's such a stunning visual experience!

      Delete
  8. Ando já há algum tempo a querer ver este filme, mas não tive ainda a sorte de o conseguir. Engraçado teres falado na Audrey Horne, que foi um dos meus style icons nos inicios de 90 que me levou a enveredar muito pela estética Rockabilly. Se bem que a minha alcunha era Laura Palmer, nessa altura... dunno why!
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu também só fiz o download há uns dias. Audrey Horne <3 Este tornou-se um dos filmes da minha vida.

      Delete
  9. Não conhecia este filme mas depois de ler esta tua opinião, entrou directamente para a lista de filmes que tenciono ver. O teu texto está maravilhoso e muito convincente, convenceu-me plenamente :)
    A história parece interessante e diferente. Ainda por cima tem a Mia Wasikowska, de quem tanto gosto :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Maravilhoso é este teu comentário :) Também gosto muito da Mia, ainda não me desiludiu como actriz.

      Delete
  10. was always keen to go and see this film but wasn't sure what to expect! great post :D xx

    ReplyDelete
    Replies
    1. Expect a masterpiece. Beautiful film, probably not everyone's cup of tea, but still worth watching.

      Delete
  11. Really want to see this, wasn't sure if it would be too jumpy in the cinema for me to handle and have been waiting for it to be released on blu ray but had sort of forgotten about it till now - definitely going to hunt it down! Thanks for the review x

    ReplyDelete
    Replies
    1. It is psychologically disturbing, that I can assure you!

      Delete
  12. I'm a huge fan of Park, religiously storing on my cinephile shelf the Vengeance Trilogy, in which "OldBoy" is on my Top10 of all time.
    The script of "Stoker" is not so heft as his previour work, but in this first english flick we have all of his athmosferic sense of place.

    By the way... i love "Thirst"... :)

    Kisses Nancy...

    ReplyDelete