Tuesday, March 5, 2013

Inspiration: The Cotton Club (1984)

 

Francis Ford Coppola would never let me down! This is the story about the famous Cotton Club in Harlem, and a throwback to the roaring Jazz Age who ruled the charming 1920's and 1930's. However, violence, crime, racial issues and bootlegging were not so charming and made contrast with all that glittery glamour. It is a very accurate portrait of the time when gangsters owned and ruled the city. Speakeasies, mob, tap dancing, showgirls, music, gambling, romance, and an urban battle between Italians, Jews, Irish and coloured that we all know from what History tells us but still love to watch.
Diane Lane was particularly splendid and charismatic in The Cotton Club, with her flapper gowns, bobbed hair and platinum blonde fingerwaves... So inspiring! She plays the role of Vera Cicero, a sophisticated young lady who loves money, a bad girl who's always up for parties and drinks, and also the mistress of the main mob boss in Harlem, Dutch. Eventually she becomes Dixie Dwyer's - musician, Hollywood movie star from Harlem - love interest and affair. Needless to say, this girl was always surrounded by an atmosphere of crime, gangs, racketeering and dodgy business.
For those who love the film Chicago, I'll tell you this: you better watch The Cotton Club - underrated, wonderfully directed and unforgettable.

Os filmes do Francis Ford Coppola raramente me desiludem. Esta é a história que retrata o famoso Cotton Club, no bairro de Harlem, uma experiência que nos remete à Era do Jazz que dominou as charmosas décadas de 20 e 30. Contudo, a violência, o crime, o contrabando e desigualdade racial constituíam factores que charme nada tinham, contrastando com todo aquele glamour resplandescente.  Eis um retrato perfeito de uma era em que os gangsters mandavam e comandavam os vários sectores da cidade. Speakeasies, máfia, sapateado, showgirls, música, apostas, romance e a batalha urbana entre Italianos, Judeus, Irlandeses e negros que já conhecemos pelo que a História nos conta mas que adoramos sempre testemunhar na ficção.
Diane Lane está particularmente esplêndida e carismática em The Cotton Club, com os seus vestidos de gala, bob e fingerwaves loiro platinado... Quanta inspiração! Ela interpreta o papel de Vera Cicero, uma jovem mulher sofisticada que adora dinheiro, uma rapariga que não diz não a festas nem a bebidas, e também a amante do grande cabecilha da Máfia, Dutch. Eventualmente, Vera torna-se o interesse amoroso de Dixie Dwyer (Richard Gere) - um dos poucos músicos brancos absolutamente brilhantes em Harlem que chega até a tornar-se estrela de Hollywood - com quem mantém um affair que mais se assemelha a uma relação de amor-ódio. Escusado será mencionar a atmosfera envolvente, um ambiente de crime, gangs e negociatas obscuras.
Para quem apenas viu o filme, bem mais recente, Chicago, fica o meu conselho e recomendação: visionem The Cotton Club e Chicago vai parecer-vos uma brincadeira de mau gosto. Aos meus olhos e imaginário, uma obra-prima inesquecível!

10 comments:

  1. Apesar de dele constarem dois atores dos quais não gosto - assumidamente - Lane e Gere, este foi durante anos um dos filmes que sempre adorei ver e rever por causa do ambiente e do guarda roupa, eheh.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Também não gosto do Gere. A Diane Lane, sempre a achei lindíssima nos filmes 80's, como o Streets of Fire e aquele do Fabulous Stains ou lá como se chamava.

      Delete
  2. vou ver hoje ;) obrigado pela dica!

    ReplyDelete
  3. fiquei com curiosidade em vê-lo!

    ReplyDelete
  4. Ai, essa tua paixão cinéfila!.... :) x

    ReplyDelete
  5. I've never heard of this movie, but it looks great! I just might have to check it out. x

    <3 Melissa
    wildflwrchild.blogspot.com

    ReplyDelete
    Replies
    1. It's a classic that must be watched! :)

      Delete